Receba nosso informativo:

ARTIGOS

É REALMENTE POSSÍVEL COLOCAR ALGUÉM HIPERATIVO, IMPULSIVO E DISTRAÍDO EM UM TAPETE DE YOGA?

Instrutor: Fernando Meyer Tavares


Adultos com TDAH ( transtorno de déficit de atenção e hiperatividade) procuram diversas atividades no intuito de diminuir os sintomas de seu transtorno, que se caracteriza por uma triagem "infernal" de hiperatividade, impulsividade e desatenção. Digo isso com propriedade, pois sou parte desse time! ( E vejam vocês, sou instrutor de yoga e meditação...rs)

Não é raro encontrarmos adultos que já tentaram (e tentam) de tudo para amenizar os sintomas desse transtorno. Os "auxílios" mais comuns são as terapias realizadas por psicólogo/psiquiatra, atividades físicas e, mais recentemente, a meditação mindfulness.

Todos estes itens mencionados são importantíssimos para a melhora na qualidade de vida do adulto com TDAH, com certeza. Faço agora um convite para considerar mais uma terapia dentro desta abordagem holística: A prática do Hatha Yoga.

E chegamos a seguinte pergunta: como alguém hiperativo, impulsivo e distraído seria capaz de participar de uma aula que sugere calma, introspecção e atenção?

Através da prática guiada, onde o aluno é "convidado" a observar as sensações do corpo através das posturas e práticas respiratórias. Neste caso, ele não é somente regido por um professor que meramente "mostra" posturas na frente da sala de aula, instituindo que a maneira como ele realiza a postura é a postura correta. O chamado "Ditadurasana", termo que ouvi de um grande professor de yoga certa vez.

É certo que o professor corrigirá o aluno caso esteja fazendo algo errado, mas não o corrigirá se estiver fazendo a postura da sua maneira, respeitando seus limites. Em outras palavras, a forma guiada proporciona liberdade para respeitar o seu corpo e perceber o momento presente através das sensações.

E o que isso tem a ver com o adulto que possui TDHA. Ora, a letra "T" significa transtorno, o que pode ocasionar tanto uma desatenção como um caso de "hiperfoco".

Na prática, isso significa que um adulto com TDAH pode se identificar com a prática do Hatha Yoga, na medida em que o professor sugestiona ao longo da prática a observar as sensações do corpo após cada postura.

Este adulto com TDAH pode se apaixonar por esta metodologia de prática e, quem sabe, ligar o seu hiperfoco, experimentando estados de calma, introspecção e atenção; Um ganho indescritível na sua qualidade de vida.

Em outras palavras, é treinar a atenção através da sensação. É não se perder nos pensamentos, uma vez que existe um caminho a ser experimentado em cada aula!

Namastê.



Instrutor: Fernando Meyer