Receba nosso informativo:

ARTIGOS

San kalpa

Instrutor: Juliana Ribeiro do Nascimento Patricio

Muito antes do fenômeno “O Segredo” e a Lei da Atração virarem moda, a filosofia yogui já desenhava a importância da nossa mente e o fato desta ser a peça chave na construção da vida que queremos. Para isso, ela deve ser constantemente alinhada ao nosso Dharma, nossas intenções mais profundas e ao nosso Ser Superior. O San Kalpa é uma resolução interior que se pretende fazer ou conseguir. É uma intenção que produz foco e direção para o que queremos. É nosso propósito compilado em uma frase curta, positiva e conjugada no presente que representa toda a nossa vontade de conseguir aquilo que almejamos. Podemos nos lembrar dele sempre ao final de nossa prática, no relaxamento, ou sempre que precisarmos nos lembrar do nosso verdadeiro propósito para nos guiar ao tomar nossas decisões. O relaxamento é um momento auspicioso para sua mentalização, pois estamos em um estágio de consciência mais profunda. Estamos conscientes e acordados e, ao mesmo tempo, experenciando uma desidentificação do corpo e da mente.
Devemos tomar cuidado para não confundir o San Kalpa com uma simples resolução. O San Kalpa é acompanhado por tudo aquilo necessário para sua execução: iccha (muita vontade e energia), kriya (ação) e jnana (a sabedoria para executar a ação). Quando o verdadeiro San Kalpa é acionado, essas 3 características o acompanham. Enxergar nosso propósito é só o começo da caminhada, nem tudo acontece ao mesmo tempo. Para viver a nossa missão precisamos conquistar algumas etapas. O nosso San Kalpa específico vai descrever o que precisamos fazer e para onde precisamos direcionar nossas energias para progredir em nossas metas.
Como estabelecer nosso San Kalpa
Nosso San Kalpa nasce através de um processo de escuta. Nosso desejo já está presente, não precisamos criá-lo, e sim, ouvir o que já sabemos lá no fundo. Na tradição do Vedanta esse processo se dá através de três estágios:
• Sravana, que é ter pré-disposição para ouví-lo. Muitas vezes nos exige coragem para dar voz aos nossos desejos mais puros. Uma mente aquietada através da meditação nos ajudará nesse processo de reconhecimento.
• Manana: ter a disposição de sentir e refletir profundamente sobre esse desejo
• Nididhyasana: determinação para colocar em prática esse desejo. Levá-lo para o mundo através de nossas ações
Muitas vezes há dificuldades nesse processo ou nossa mente traz desejos como um novo carro, novo emprego ou um novo relacionamento. Caso isso aconteça, comece de onde você está. Não torne esse processo de uma angústia. Mas pergunte-se o que está por detrás desse desejo. Imagine como será sua vida e como você estará se sentindo. Mais auto-confiante, com maior liberdade? Qual desejo do coração está apontando para essa direção? Com o tempo, o San Kalpa vai se lapidando para “Eu me amo” ou “Eu sou livre” que são os desejos mais profundos que estão na superfície do seu San Kalpa original.

Fonte:

https://yogainternational.com/article/view/how-to-create-a-sankalpa

Instrutor: Juliana Patricio